Amazonês

A Luma veio aqui e disse que não sabe o que é pavulagem, palavra tipica dos habitantes barés – Amazonas e adjacências. Eu, como boa manauara que se preza (tirando os pavulos obviamente que querem ser pseudo-chiques), adooooro falar um caboquês. Dai que lembrei do dicionario (fruto de grande pesquisa pra tese) do meu amigo Professor Sérgio Freire, la da Universidade do Amazonas. Então, pra Luma e demais leitores desse blog que embiocam por aqui, algumas pérolas do amazonês/caboquês:

ABESTADO/ABESTALHADO adj. – Apalermado, imbecil, idiota, estúpido. Pessoa que não entende de nada. Em notória alusão ao animal besta. “Não gosto dele, não. Ele é muito abestado”.
AJUNTAR v. – Apanhar o que está no chão. “Ajunta teus brinquedos e vambora, menino”.
ARRUDEAR v. – Dar a volta. “Ninguém entra pela sala. Quem quiser entrar em casa vai ter que arrudear.” “D. Zefa, posso entrar?” “Não, arrudeia”
ASSEAR v. – Limpar, tomar banho. “Vou me assear pra dormir”.
BAIXA-DA-ÉGUA s.f. – lugar hipotético lugar pra onde se manda pessoas que estão nos chateando. “Deixe de me encher o saco, mano, vá pra baixa da égua”.
BIBOCA s.f. – Lugar esquisito, de difícil acesso.
BIQUEIRA s.f. – Próximo, perto de. “De tanta besteira que fez, ela tá na biqueira de ser demitida”.
BORA… /ó/ – Vamos. “Bora pra casa?” . “Bora dar uma volta?”
BORIMBORA interj. – Vamos embora. “A gente não tem mais nada a fazer aqui. Borimbora!”
BROCADO adj. – Pessoa com fome. “Mano, tô brocado! Vamos comer um x-caboquinho?”
BUCHUDA adj. – Grávida.
CABAÇO s.m. – O hímem. “Essa aí tem cara de que já perdeu o cabaço”.
CAGAR O PAU exp. – fazer uma coisa muito mal feita. Colocar alguma coisa a perder. Dar mancada. “Tava tudo dando certo. Aí o Junior gritou e cagou pau!”
CAPAR O GATO loc. v. – Ir embora, sair. “Essa festa não tá com nada. Acho que vou capar o gato”.

CHIBATA adj. – Adjetivo para expressar uma coisa muito boa. “Rapá, o filme é chibata!”
COM BORRA (E TUDO) exp.id. – Com tudo. Expressão de alopro. “A Luciana estava aprendendo a dirigir. Foi entrar na garagem e pisou no acelerador ao invés de pisar no freio. Aí entrou com borra e tudo na garagem, arrebentando o carro todo”.
DOS VERA loc. adj. – De verdade. “Eu não estou brincando, não. É dos vera”.
ÉGUA! interj. – Égua pode ser usado em várias situações. Tomou um susto: “égua!” Alguém faz algo que você não entendeu: “égua…”. Uma situação estapafúrdia? “Éééguaa, maninho…”. A entonação faz parte do sentido, portanto cuidado ao usar.
EMBIOCAR v. – Descer. “Embioca aí senão ela vai te ver aqui”.
ÉRASTE, MANINHO! interj.– Expressão de surpresa. “Votou no José Serra? Éraste maninho…”
ESCANGALHADO adj. – Quebrado, sem funcionamento. “Essa televisão está escangalhada. Tem de mandar consertar”.
FILÉ adj. – Pessoa bonita/desejável. “Essa menina é muito filé!”
FILHO DE UMA ÉGUA exp. – gradação mais leve de Filho da Puta.
FULEIRAGEM s. f. – Porcaria, coisa ruim. “O filme é a maior fuleiragem”.
GAMBIARRA s.f. – Remendo, gatilho. “Como a corda quebrou, ele fez lá uma gambiarra pra puxar o carro”.
INVOCADO adj. – Difícil de entender, de fazer, etc. “Esse brinquedo é invocado, né?”. “Égua! Ele saiu com uma e voltou com outra? Invocado…”
JITINHO adj. – Pequeno. Contrário de maceta. “É um professor assim jitinho, de óculos”.
KIKÃO s.m. – cachorro-quente
LAVAR A ÉGUA ou LAVAR A BURRINHA loc. verb. – Levar vantagem. Gozar um momento de felicidade. Ganhar com sorte alguma coisa, algum prêmio. “Ele ganhou na loteria e lavou a burrinha. Comprou tudo que tinha direito”.
LESO /é/ adj., LESEIRA s.f. – Um leso é alguém que sofre de leseira. Leseira é um abestalhamento momentâneo que acomete o leso. Se a leseira for uma característica contínua, dizemos que o leso sofre de leseira baré. A leseira baré ocorre entre os amazonenses devido ao sol quente na moleira, que frita o cérebro e queima alguns neurônios. Temos ainda as expressões derivadas: “Deixa de ser leso!” e “Pára de leseira!”. Dizem que todos nós, amazonenses, temos nossos três minutos de leseira por dia. Mas como tudo tem seus dois lados, dizem que o sol também causa nos amazonense algo chamado tesão de mormaço, um aumento na capacidade sexual do amazonense devido ao sol quente.
LISO adj. – Sem dinheiro. “Eu não vou poder ir pro cinema porque hoje eu tô liso”.
MACETA /ê/ adj. 2 gen. – Grande, imenso, de proporções anormais. “Eu disse que ia lá brigar com ele e quando eu olhei o cara era macetão. Saí fora…”
MANO /ã/ voc. – Tratamento carinhoso entre conhecidos ou não. Muito usado para fazer perguntas e pedidos. “Mana, faz um favor pra mim”. “E aí, tudo bem, mano?”. Variações no diminutivo: MANINHO, MANINHA.
MERENDA s.f. – Lanche. “Vou bem ali comprar uma merenda que estou brocado”.
MERMO adj. – Corruptela de “mesmo”. Pode ser usado para exprimir dúvida ou confirmação. “Ele vai sair hoje, vai?”. “É o que vai mermo…” “Não, ele vai mermo”.
NÉ NÃO! exp.id. – Não é não. “É a Leila ali, é?” “Né não”.
NEM COM NOJO! exp.id. – Expressão equivalente ao “Tem mil!”. “Vai ali e pega água pra mim”. “Nem com nojo!”
NO OLHO loc. adv. – Expressão utilizada para indicar que alguém recebeu uma resposta certeira. “Tu já chegaste, Manoel?”. “Não, Creuza! To lá em casa”. “Toma, Creuza! No olho!”
OLHA JÁ (ENTÃO)! interj.– Interjeição de indignação correspondente a “Mas que abuso!”. “E aí, gata, me dá um beijo?” “Mas, olha já então esse aí…Te manca!”
OVADA adj. – Grávida, prenhe. “A filha do Joca tá ovada”.
PAID’ÉGUA adj. – Algo ou alguém muito bom, muito legal. “O filme é paid’égua”. “O teu pai é um cara paid’égua!”
PAPOCO s.m. – Confusão, barulho. “Tava todo mundo em paz e de repente só se ouviu o papoco vindo lá da cozinha”.
PAVULAGEM, PAVOLAGEM, PAVOLICE ou PAVULICE s.f. – Empáfia, abestalhamento, orgulho besta. “Ah, eu não pego em peixe, não”. “Caboco pávulo! Deixa de pavulagem e ajuda logo, vai!”
PEDI, PEDI, PEDI (repetição) – Repetição rápida do verbo para enfatizar. Qualquer verbo. “Mano, falei, falei, falei e não adiantou nada…”. “Corri, corri, corri, mas o ônibus foi embora”.
PELEJAR v. – Batalhar, tentar muito. “Eu pelejei pra ver se ela voltava atrás e nada”.
PRA PORRA loc. adv. – Muito. “Hoje tá quente pra porra!”
QUÊDE…? – Cadê? Que é de? Onde está? “Quêde a mamãe?”
REQUENGUELO adj. Meio destruído, decadente, mal-vestido, sujo. “Ele tinha um carrinho vermelho, todo requenguelo”. “Tu viste aquela mulher, toda requenguela passando pela praia!?”
SE ENXERIR loc. v. – Se meter onde não é chamada. Querer aparecer. “Ela comprou uma calça de marca só pra se enxerir”.
SE MENTIR loc. v. – Aparecer, gabar-se. “Ele comprou uma blusa de marca só pra se mentir”.
SE MANCAR loc. v. – Se tocar. “Tu achas que eu vou querer namora contigo?! Se manque!”
SUSTANÇA s.f. – Força, energia. “Tem que comer farinha desde cedo que é pra pegar sustança”.
TÁ PRA QUANTO? exp. id. – Maneira de perguntar o preço de alguma coisa. “Tá pra quanto o quilo da goiaba, moço?”
TABEFE s.m. – Tapa. “Vem que eu te dou uns tabefes que tu vai parar longe!”
TIJIBU s.f. – Mulher baixinha e gorda. “Olha que gata ali do lado daquela tijibu”.
VAI TE LASCAR! intej. – Expressão de raiva ou de decepção. “Vai casar de novo? Ah, vai te lascar!” 

8 Respostas to “Amazonês”

  1. Marcia H Says:

    tive a leve impressão de que tem muito nordestino no Norte rsrsrs ah, fia ou fio duma égua – dizia meu avô, quando brigava com alguém rsrs
    Buchuda tudo bem, mas ovada é ruim, viu!
    bjs

  2. Roseane Says:

    Oba meu vocabulário vai ficar graúdo.

  3. Bizarro Kid Says:

    Eita ferro, que esse “cabocário” é leitura obrigatória pros fãs do Tchaca-Tchaca! Vou colar!

  4. Aline Says:

    Nossa!!! tem muitas palavras que usamos em Minas Gerais (aprendi com meus pais), e tem algumas usamos em sao paulo tambem kkkk
    kkk tenho tb em algum lugar o vocabulario mineres kkk🙂

    bjs
    Aline e super Jr.

  5. luma Says:

    VAI TE LASCAR!
    hehehe essa eu sei!!
    Olha, eu achava que cabaço fosse aquilo que os índios usam para lavar alimentos, tipo arroz.
    No olho, abestado, filé, mano…também sei. Acho que o resto é tudo pavulagem!
    Sério? O nosso português é difícil mesmo!
    Obrigada pela explicação!
    Beijus

  6. SandraM Says:

    hahahahaha adorei o dicionário! Seus exemplos estao ótimos. Gostei do “arrudear” .

  7. Alfred Jones Says:

    Cara, eu tou surtando aqui com isso. Tive um flashback que me senti no meio da Manaus Moderna, contigo,claro…poxa, tou muito feliz de ter lido esse post, e de ter crescido no meio de tudo isso. FizeRte o teRte? Como foRte? PassaRte? Bj!

  8. flaino Says:

    muitas palavras sao usadas em belém.

    égua, paidégua, eras de ti.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: